Gama Soluções
Quero conhecer os produtos!

O que é uma startup?

Por Jonathan Oliveira
03/09/2021 · 5 Minutos leitura

Olá, leitores!

O termo startup atualmente já está amplamente difundido, e todos já fazem sua relação com inovação e a tecnologia. Mas, afinal, o que define o que é uma startup? Nesse texto, vamos falar sobre o que é esse modelo inovador de negócios e porque ele é alvo dos investimentos de empresas incubadoras e aceleradoras. Então, vamos lá?

O que é uma startup?

As startups, embora o termo sugira, não são apenas empresas jovens, iniciando seus trabalhos. Elas também são isso, mas vão muito além: precisam ter uma proposta inovadora e um potencial de crescimento potencialmente infinito, seguindo o princípio da escalabilidade. Esse princípio significa aumentar suas receitas e seu alcance de maneira exponencial, sem aumentar seus custos proporcionalmente. Esse é o principal conceito que envolve as startups e que permitem sua permanência no mercado: gerar receitas sem gerar custos, tendo grande margem para lucros.

Quanto à inovação, ela é mais que uma cultura dentro das startups, ela é uma necessidade. A criatividade na hora de solucionar problemas é crucial para esse tipo de negócio, já que se a startup não inovar na solução, ela pode rapidamente cair no esquecimento dos seus consumidores. Dessa forma, as startups são definidas pelas suas possibilidades em crescer em tamanho e faturamento, satisfazendo necessidades do mercado, ao mesmo tempo que possuem gastos mínimos.

Uma diferença das startups para as empresas tradicionais é a consolidação do seu modelo de negócios. Um modelo tradicional, como farmácias por exemplo, soluciona um problema de mercado (a falta de farmácias em uma região), mas já tem uma viabilidade certa em seu modelo de negócios e não traz nenhuma inovação. As startups são, usualmente, modelos que ainda não foram testados no mercado, e por isso são inovadores na hora de solucionar um problema. Mesmo se arriscando em ramos já existentes (como o iFood com as entregas e o Uber com o transporte de passageiros), inovam no modelo de negócios e trazem uma proposta completamente diferente para o mercado, aumentando suas chances de gerar ganhos.

O que são incubadoras e aceleradoras e como garantir investimentos?

Como podemos notar, o que traz investimentos para as startups é seu potencial de lucro. Mas, como seu modelo de negócios é inovador, alguns passos são necessários para atrair os olhares das empresas investidoras para o seu negócio. Primeiramente, e necessário desenvolver um protótipo do seu produto, conhecido como Mínimo Produto Viável ou MVP (Minimum Viable Product). Com esta etapa, você consegue definir o problema de mercado que será solucionado pelo seu produto, e partir para uma validação.

Na validação, pesquisas e testes vão definir como seu público reagiu ao lançamento ou a possibilidade de ter o seu produto, e com isso se torna mais fácil definir o seu potencial. Com essas etapas e uma boa estratégia de divulgação, através de parcerias e de uma equipe capacitada, é hora de conseguir os recursos necessários para se lançar no mercado.

Algumas organizações são especializadas em ajudar no crescimento de startups, como as incubadoras e as aceleradoras. As incubadoras costumam auxiliar startups que estão nas fases de ideação, e costumam estar ligadas a organizações sem fins lucrativos (como universidades), já que o interesse é na promoção da ciência e da tecnologia. Elas fornecem a estrutura e compartilham conhecimentos que ajudam na execução do projeto, e geralmente não exigem parte do lucro.

Já as aceleradoras apoiam startups que já possuem seu modelo de negócios validado e aprovado pelo seu público, fornecendo uma melhor estrutura e investimentos financeiros para impulsionar o crescimento da nova empresa, normalmente passando a receber recursos da startup acelerada quando esta lucrar.

De qualquer forma, ainda há a possibilidade de conseguir investidores-anjo para uma startup, desde que seja apresentado um projeto inovador para estas pessoas e de uma forma cativante. A participação em eventos de startups pode ajudar no networking com esses investidores, por isso, é muito importante ser visto para quem quer garantir aportes para esse tipo de negócio cada dia mais em alta.


E aí, tirou suas dúvidas sobre as startups? Aprenda mais sobre como nossos produtos podem trabalhar junto com seu marketing e fazer você decolar seu negócio: entre em contato com os nossos consultores!